EventsEventosPodcasts
Loader
Encontra-nos
PUBLICIDADE

Eleições presidenciais são as mais incerta das últimas décadas

Eleições presidenciais - Santiago, Chile
Eleições presidenciais - Santiago, Chile Direitos de autor Aliosha Marquez/Copyright 2021 The Associated Press. All rights reserved.
Direitos de autor Aliosha Marquez/Copyright 2021 The Associated Press. All rights reserved.
De  Nara Madeira com AFP
Publicado a
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

No Chile a esquerda ou a extrema-direita podem vencer as eleições presidenciais para as quais os eleitores são chamados agora a votar.

PUBLICIDADE

No Chile as assembleias de voto estão abertas para as eleições mais importantes e incertas da história recente do país. Do escrutínio sairá o sucessor do atual presidente

Sebastián Piñera votou cedo e apelou à participação. O chefe de Estado pediu aos seus _"compatriotas que, mais uma vez, deem o exemplo a todo o mundo de como funciona a democracia no Chile e um exemplo"_ para os próprios chilenos de que são "capazes de resolver as nossas diferenças legítimas de forma _pacífica, democrática_".

São as eleições mais polarizadas das últimas décadas. De acordo com as sondagens nenhum dos candidatos conseguirá vencer à primeira volta e será preciso uma segunda. Gabriel Boric, candidato de esquerda, e José Antonio Kast, da extrema-direita, são dados como favoritos para o duelo final.

O próximo presidente terá a difícil missão de trabalhar para a recuperação do país no pós-pandemia com uma nova Constituição.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Contestação no Chile volta às ruas

Em Washington, Macron sossega aliados sobre futuro da política francesa

Uma "questão de princípio": Walter Baier, da Esquerda, critica Von der Leyen por aberturas à extrema-direita