Última hora
This content is not available in your region

Ondas de calor ameaçam saúde, agricultura e produção de energia

euronews_icons_loading
Ondas de calor ameaçam saúde, agricultura e produção de energia
Direitos de autor  euronews
Tamanho do texto Aa Aa

No contexto das alterações climáticas, a capacidade de adaptação é um elemento fundamental. A euronews falou com Jana Silmann, cientista do Centro de Investigação Internacional sobre o Clima, em Olso, na Noruega, sobre as consequências, o impacto e o custo do aumento da temperatura global.

"Vemos que a frequência e a intensidade das ondas de calor deverão aumentar em todas as áreas terrestres. Tivemos ondas de calor muito fortes no passado, especialmente na Europa. Tivemos a onda de calor de 2010, a onda de calor russa, e, em 2018, tivemos a última grande onda de calor. Imagine se tivermos cada vez mais verões muito quentes que afetam não só a saúde, mas a agricultura e o setor de energia. É uma grande ameaça para a sociedade", advertiu a cientista norueguesa.

O impacto e o custo da adaptação ao clima

Atualmente, uma das prioridades da investigação é perceber quais vão ser os impactos do aumento da temperatura na sociedade e quanto custa adaptar-se às novas realidades.

"Temos de perceber melhor quais serão os impactos das temperaturas mais altas, das ondas de calor no verão, do aumento da poluição causada pelo ozono (O3), e como é que esses factores afetam a saúde. E temos também, de saber quanto custa, por exemplo, adaptar-se a essas mudanças e saber o que temos de fazer para reduzir os impactos da poluição do ar na saúde humana", sublinhou a investigadora.