Última hora
This content is not available in your region

Sabores de outras paragens

euronews_icons_loading
Sabores de outras paragens
Direitos de autor  euronews
Tamanho do texto Aa Aa

Mor Faye deixou o Senegal há um ano e rumou a França em busca de uma vida melhor.

Faye é um dos 240 migrantes que participaram, até agora, no Festival Gastronómico dos Refugiados. Aqui, num restaurante em Lyon, apresenta a gastronomia do seu país aos participantes.

"Estamos a preparar arroz com peixe, o 'tièbou dienne'. É assim que chamamos ao arroz com peixe em África. Estamos também a preparar sumo de baobá".

Uma vez pronta, a refeição será servida no restaurante permitindo que os clientes conheçam outros sabores...

Com o apoio do ACNUR, a Agência das Nações Unidas para os Refugiados, o festival foi fundado em Paris em 2016. Desde então, saltou fronteiras e envolveu já mais de 270 restaurantes, em 19 cidades de todo o mundo, como Nova Iorque, Londres e Amesterdão. Devido à pandemia da Covid-19, este ano realiza-se apenas em França, até 26 de outubro.

A porta-voz do Festival, Fanny Barrot, conta que "a vasta maioria dos cozinheiros que participaram no festival abriu o próprio negócio e criou o seu serviço de catering. O festival deu-lhes a coragem, para pensarem que as pessoas gostam do que cozinham. Por isso, ganharam a confiança e a autoestima necessárias para superar os medos e criarem os próprios negócios."