Última hora
This content is not available in your region

Pequenas empresas lutam para sobreviver

euronews_icons_loading
Pequenas empresas lutam para sobreviver
Direitos de autor  AP Photo
Tamanho do texto Aa Aa

O País de Gales impôs o bloqueio mais rigoroso do Reino Unido para travar o aumento de surtos de Covid-19. As novas medidas entraram em vigor nesta sexta-feira à noite e vão continuar durante os próximos 17 dias. Os Bares, os restaurantes e a maioria das lojas e empresas estão fechados. Os alunos do ensino secundário vão ter aulas online e as pessoas têm de evitar viagens não essenciais.

O Reino Unido tem mais de 44.500 mortes relacionadas com a Covid-19, o maior número registado na Europa. No País de Gales, que tem uma população de cerca de 3 milhões de habitantes, já morreram mais de 1700 pessoas.

Itália

Em Itália, as autoridades nacionais e locais impõem novas restrições.

Em Milão, cidade conhecida pela vida noturna, um novo recolher obrigatório obrigou os restaurantes e bares a fechar às 23h. Muitos proprietários de restaurantes dizem que agora não ganham o suficiente e que se abrirem as portas vão à falência. Por isso, com as novas regras, consideram que é melhor manter o negócio fechado

França

Com o recolher obrigatório a cancelar reservas de jantares à noite, os donos dos restaurantes franceses pensam em horários alternativos para atrair clientes

Em Lyon, os membros da associação "Bouchons Lyonnais" reúnem-se para promover uma refeição a meia da manhã. Para os organizadores é uma altura do dia que "permite beber, comer e até esquecer por algum tempo o contexto da pandemia".

França já ultrapassou o milhão de casos confirmados de Covid-19.