Última hora
This content is not available in your region

Família de jovem bósnia agredida em Besançon expulsa de França

Access to the comments Comentários
De  Pedro Sacadura com AFP
euronews_icons_loading
Família de jovem bósnia agredida em Besançon expulsa de França
Direitos de autor  SEBASTIEN BOZON/AFP or licensors
Tamanho do texto Aa Aa

Julgados em França por "violência contra menores", os pais e os tios que espancaram e raparam o cabelo de uma adolescente bósnia que se queria casar com um jovem sérvio foram deportados da cidade de Besançon para Sarajevo.

O caso remonta a agosto e provocou indignação nacional. Céline Parly, a advogada da vítima, diz que foi feita justiça em nome de quem vive situações idênticas: "Penso que a vítima ficou aliviada porque a sua voz foi ouvida, o que é bastante importante para todas as vítimas. Ao mesmo tempo estamos a falar do pai, da mãe, do tio e da tia, o que também é, naturalmente, complicado para ela neste sentido."

Catherine Bresson, advogada de defesa dos pais da vítima, acrescentou: "Os meus clientes não vão interpor recurso. Assumem a responsabilidade. Acreditam que o veredicto é justo e acertado. Se quiserem regressar a França dentro de cinco anos, a decisão permitir-lhes-á encentar os procedimentos necessários para voltar. Se as autoridades francesas rejeitarem, não poderão voltar, mas pelo menos a porta permanece aberta. Em relação à vítima, a solução também é acertada porque um dia poderá ver os pais em França."

Na sexta-feira, os pais e os tios da vítima foram condenados pela justiça francesa a um ano de prisão, com quatro meses de pena suspensa.

O tribunal também interditou os pais da jovem de 17 anos de entrarem em território francês nos próximos cinco anos. A adolescente ficará entregue aos cuidados dos serviços de assistência social.