Última hora
This content is not available in your region

OSCE pede repetição das presidenciais na Bielorrússia

euronews_icons_loading
OSCE pede repetição das presidenciais na Bielorrússia
Direitos de autor  Euronews
Tamanho do texto Aa Aa

Um relatório da Organização para a Segurança e Cooperação na Europa (OSCE) condena os abusos massivos e sistemáticos de Direitos Humanos e as torturas na Bielorrússia e pede uma repetição das eleições presidenciais no país.

Publicado esta quinta-feira, o documento é o primeiro relatório independente às presidenciais de agosto, que resultaram na reeleição de Lukashenko, e à repressão dos protestos da oposição, que denunciou os resultados fraudulentos nas ruas.

O Governo do Reino Unido saudou a publicação do relatório e secundou o pedido de novas eleições na Bielorrússia.

O relatório da Organização para a Segurança e Cooperação na Europa recomenda a anulação do resultado das eleições de agosto, devido a irregularidades em todas as fases do processo, que têm sido denunciadas em grandes manifestações da oposição.

O relatório foi elaborado a pedido de 17 países, incluindo França, Reino Unido e Estados Unidos, e baseia-se em 700 apresentações de provas.

A Bielorrússia, presidida por Alexander Lukashenko, recusou-se a cooperar com a investigação.