Brasil suspende ensaios com vacina

Doses da vacina CoronaVac
Doses da vacina CoronaVac Direitos de autor WU HONG/EPA/Lusa
De  Rodrigo Barbosa com Lusa
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Decisão foi tomada na sequência de incidente "grave" com um dos voluntários

PUBLICIDADE

O Brasil suspendeu os ensaios clínicos da vacina CoronaVac, do laboratório chinês Sinovac, na sequência de um incidente "grave" com um dos nove mil voluntários envolvidos nos testes.

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária não ofereceu precisões acerca do incidente, indicando apenas que os "eventos adversos" que podem justificar uma decisão deste tipo incluem a morte, efeitos secundários potencialmente fatais, incapacidade ou invalidez persistente ou significativa, hospitalização ou outro "evento clinicamente significativo".

A suspensão dos testes da vacina chinesa contra o novo coronavírus acontece um dia depois da norte-americana Pfizer anunciar que a sua vacina contra a Covid-19 atingiu uma eficácia de 90 por cento.

Ambas as vacinas estavam a ser testadas no Brasil, segundo país mais afetado pela pandemia, que já registou mais de 162.000 mortes.

No domingo, o secretário da Saúde do Estado de São Paulo tinha afirmado que o país estaria em capacidade para produzir um milhão de doses da CoronaVac por dia, a partir do segundo trimestre de 2021.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Na linha da frente contra a pandemia

Municipais no Brasil sob o signo da Covid-19

"Bloco da latinha": este desfile de Carnaval ouve-se muito antes de se ver