Última hora
This content is not available in your region

Berlim perde o maior mercado de Natal

Access to the comments Comentários
De  Euronews
euronews_icons_loading
Berlim perde o maior mercado de Natal
Direitos de autor  Markus Schreiber/Copyright 2020 The Associated Press. All rights reserved.
Tamanho do texto Aa Aa

É uma das grandes ausências deste final de ano no centro de Berlim. O Winterwelt (Mundo de Inverno) é um dos mercados de natal mais populares na Alemanha e o maior da capital. Mas foi cancelado, tal como aconteceu a centenas de marcados por toda a Europa

Arnold Bergmann gere o espaço desde a queda do Muro de Berlim. Conta que decidiu cancelar o evento no domingo, a meio da noite, quando começou a ouvir relatos de que o confinamento ia ser prolongado. Diz que neste contexto não faz sentido gerir um mercado de Natal durante sete dias com custos de várias centenas de milhares de euros. Decidiu não avançar para a situação não ficar ainda mais complicada.

O mercado ia abrir com um plano de restrições por causa do coronavírus. Com todas as regras básicas, máscaras obrigatórias e distanciamento social. Mas a maior atração do evento, a maior corrida de trenós móvel da Europa, só funcionou durante três dias, antes da Alemanha ter começado um confinamento parcial.

Arnold Bergmann está preocupado com o futuro dos colaboradores. Com alguns, trabalha há 25 e 30 anos e já não pode pagar mais. Não sabe o que vai acontecer a seguir, mas sabe que independentemente de receberem ou não um subsídio muitos vão procurar outro emprego. Acredita que todos os colegas que estão no ramo dos eventos e formaram uma equipa regular têm de estar preparados para esta situação

E agora são precisos milhares de euros para fechar o mercado.