MIssa pelo intercomunicador

MIssa pelo intercomunicador
Direitos de autor Euronews
De  Joao Duarte Ferreira
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

O padre Don Giorgio acredita que os fiéis da sua paróquia precisam de palavras de conforto e encorajamento

PUBLICIDADE

Numa manhã de domingo chuvosa e cinzenta, Don Giorgio percorre as ruas de Portici, um subúrbio densamente povoado de Nápoles, no sul de Itália.

O confinamento obriga os fiéis a ficarem em casa mas isso não impede Don Giorgio de manter o contacto com a sua paróquia. Tudo isto através do intercomunicador.

Don Giorgio conhece toda a gente e não lhe faltam palavras de encorajamento que, na sua opinião, é o que as pessoas mais precisam hoje em dia.

"Todas as pessoas estão a atravessar tempos de angústia e medo. As pessoas estão com medo. É por isso que acredito que ao comunicar proximidade e cumprimentar as pessoas não é só bonito mas é algo fundamental", afirma o padre Don Giorgio Pisano.

O repórter da euronews Luca Palamara acrescenta:

"As pessoas estão confinadas. Algumas acusaram positivo e não podem sair, nem mesmo para fazerem compras. No entanto, os alimentos não são o único problema, elas precisam também das palavras de conforto do padre. E como não podem ir à igreja, é a igreja que vem ter com eles".

Quando o padre entra no pátio de cada prédio, as pessoas vão para as varandas para o cumprimentarem e falarem com ele.

"É importante que sintam este calor humano antes da cerimónia. É uma celebração que fazemos em conjunto, para eles é como a missa. Isto é fundamental para nos mantermos juntos, ligados uns aos outros. Só assim é que podemos enfrentar os problemas, todos os problemas, não apenas o Covid", afirma o padre com convicção.

Criar e alimentar um sentimento de comunidade e de família apesar de todas as restrições. 

É assim que Don Giorgio combate a pandemia e como ele e todos os membros da sua paróquia irão eventualmente prevalecer.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Italianos "confusos" sobre vacina contra a Covid-19

Itália: Doentes Covid-19 acomodados em hotéis

Faltam médicos em Itália