EventsEventos
Loader

Find Us

FlipboardLinkedin
Apple storeGoogle Play store
PUBLICIDADE

"Câmara do Amor" permite contornar medidas de restrição em hospital húngaro

"Câmara do Amor" permite contornar medidas de restrição em hospital húngaro
Direitos de autor Rónay Ferenc / Euronews
Direitos de autor Rónay Ferenc / Euronews
De  euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Instituto Nacional de Cardiologia, em Budapeste, permite que doentes e familiares estejam frente a frente num ambiente controlado

PUBLICIDADE

A pandemia de covid-19 impossibilita qualquer visita a doentes hospitalizados na Hungria mas no Instituto Nacional de Cardiologia, em Budapeste, foi encontrada uma forma para contornar as restrições em vigor. A "Câmara do Amor" coloca pacientes e familiares frente a frente, separados por uma parede de vidro e uma manga de plástico a proporcionar o contacto possível.

Na unidade hospitalar, acredita-se que a iniciativa serve de motivação para os doentes internados e acelera a recuperação. Ainda assim, nem todos podem usufruir da "Câmara do Amor", criada para quem necessita de tempos de recuperação mais longos.

Andréka Péter, diretor da instituição, explica que só podem usar esta sala "pessoas com problemas de coração, que sofreram uma intervenção cirúrgica ou receberam um transplante de coração e que já estão numa condição satisfatória".

Devido à proibição total de visitas, os familiares de pacientes não podem passar desta porta. A câmara, no entanto, está instalada aqui na entrada. É uma iniciativa única na Hungria e já vários hospitais mostraram intenção de replicar o modelo.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Na Hungria, uma nova oposição liderada por Péter Magyar desafia Viktor Orbán

O que está a fazer o antigo líder iraniano Ahmadinejad numa visita secreta a Budapeste?

Opositor de Orbán mobiliza milhares em manifestação anti-governo