Última hora
This content is not available in your region

Rússia considera "divertida" investigação internacional sobre Navalny

euronews_icons_loading
Rússia considera "divertida" investigação internacional sobre Navalny
Direitos de autor  AP/ Russisches Außenministerium
Tamanho do texto Aa Aa

Já não são só as análises feitas por laboratórios alemães, franceses e suecos a indicar que Alexei Navalny foi envenenado com uma substância tóxica dos serviços secretos russos. Uma investigação conduzida por vários jornalistas denuncia isso e os detalhes da perseguição durante anos do opositor de Vladimir Putin. Para o responsável diplomático russo, até é tudo bastante "cómico".

"É divertido ler todas essas notícias. A forma como apresentam a informação só significa uma coisa: que os nossos parceiros ocidentais não têm quaisquer padrões éticos, nem qualquer competência em termos de atividade diplomática normal, e também não querem respeitar as normas legais internacionais, no que toca à verificação dos factos", declarou Sergey Lavrov, o ministro dos Negócios Estrangeiros da Rússia.

No Twitter, Navalny, em convalescença na Alemanha, escreve que, pelo contrário, "os factos apresentados são concretos".

A investigação em causa foi conduzida pelos sites Bellingcat e The Insider, em colaboração com a CNN e o Der Spiegel. As informações apuradas revelam que Navalny era seguido, desde 2017, por agentes secretos russos, especialistas em armas químicas.