EventsEventos
Loader

Find Us

FlipboardLinkedin
Apple storeGoogle Play store
PUBLICIDADE

Prisão perpétua para atirador neutralizado no comboio Thalys

Prisão perpétua para atirador neutralizado no comboio Thalys
Direitos de autor Virginia Mayo/AP
Direitos de autor Virginia Mayo/AP
De  euronews com AFP
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Tribunal Criminal de Paris condena a prisão perpétua Ayoub El Khazzani, o atirador que acabou dominado por passageiros no ataque ao comboio Thalys, em agosto de 2015

PUBLICIDADE

O Tribunal Criminal de Paris condenou a prisão perpétua Ayoub El Khazzani, o atirador do comboio Thalys, que acabou dominado pelos passageiros, em agosto de 2015.

Três homens acusados de ajudar o atirador é o coordenador do atentado, Abdelhamid Abaaoud, que coordenou, também, os ataques de 13 de novembro, na capital francesa, foram condenados a penas que vão de 7 a 27 anos de prisão.

Este é o culminar de cinco semanas de julgamento. Presentes para a leitura da sentença estiveram os passageiros que neutralizaram El Khazzani, entre os quais dois soldados norte-americanos, Anthony Sadler e Aleksander Skarlatos, que na época se encontravam de férias.

Durante a manhã, ouviram-se as palavras do atirador, Ayoub El Khazzani, que entre lágrimas e soluços pediu perdão e afirmou estar arrependido. Apesar de estar armado com uma metralhadora automática AK-47, uma pistola, uma faca e 300 munições, o marroquino, na altura com 25 anos, afirmou que, minutos antes de ter sido dominado pelos passageiros, tinha desistido do ataque pois não poderia matar pessoas.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Três feridos em ataque à faca no metro de Lyon

Turistas retidos na Nova Caledónia começam a ser evacuados. Independentistas apelam aos protestos

Forças de segurança realizam operações na capital da Nova Caledónia para controlar onda de violência