Três polícias mortos a tiro em França

Três polícias mortos a tiro em França
Direitos de autor AFP
De  Euronews com Lusa
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Os agentes de segurança (gendarmes) foram chamados a intervir num caso de violência doméstica

PUBLICIDADE

Em França, três gendarmes (guardas nacionais) foram mortos, e um ficou ferido, depois de serem chamados para intervir num caso de violência doméstica

O ataque aconteceu perto da cidade de Clermont-Ferrand, no centro do país.

Segundo as informações avançadas pelo ministério do Interior, os agentes foram chamados para salvar uma mulher que tinha sido espancada pelo marido. Quando chegaram ao local foram alvejados por um homem que, antes de fugir, incendiou a casa.

Trezentos militares foram destacados para prender o suspeito, que acabou por ser encontrado sem vida . As autoridades acreditam que se tratou de um suicídio.

Nas redes sociais, o presidente francês prestou homenagem a três heróis "que arriscaram as vidas para protegerem o país".

Tiroteio no Seixal

Em Portugal, na sequência do cumprimento de um mandado de detenção, dois militares da GNR ficaram feridos esta terça-feira.

Em comunicado, a GNR explicou que "os militares da guarda abordaram o suspeito, o qual se encontrava acompanhado por uma mulher, tendo este reagido e disparado contra um dos militares, seguindo-se uma troca de tiros”, destaca a nota.

“Desta situação, ambos os militares, bem como a mulher, ficaram feridos, estando a ser prestada a assistência médica”, pode ler-se.

A GNR revelou ainda que o suspeito acabou por morrer no local e que foi ainda detido um homem por resistência e coação.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Governo francês lança consulta pública sobre a polícia

França recua na Lei da Segurança Global

Agressão a produtor reacende debate da violência policial em França