Última hora
This content is not available in your region

Chamadas para o SNS24 duplicaram em 2020

Access to the comments Comentários
De  Nara Madeira com Lusa
euronews_icons_loading
Lisboa, Portugal
Lisboa, Portugal   -   Direitos de autor  Lusa
Tamanho do texto Aa Aa

Mais de três milhões de chamadas foram já atendidas, em 2020, no SNS24, o apoio por telefone do Serviço Nacional de Saúde português. Mais do dobro do ano anterior, situação normal porque se vive um momento particular, o de uma pandemia.

Os profissionais de Saúde que aqui trabalham, maioritariamente, enfermeiros vivem este desafio com um sentimento de dever cumprido, gratificante mesmo, por poderem ajudar os portugueses nesta altura crítica e de grandes incertezas.

Atualmente, mais de 5600 profissionais de Saúde trabalham para o SNS24, uma parte deles à distância. Um serviço que começou em 1998 e que tinha como objetivo fazer uma primeira triagem de sintomas para evitar idas desnecessárias aos hospitais e que se tornou ainda mais importante no contexto atual, tendo passado mesmo a contar com o apoio psicológico.

"Um bicho que ninguém vê" e que nos deixa "completamente indefesos", este coronavírus, dizia uma enfermeira à agência Lusa. Mas espera-se que isso mude em breve, com o início do processo de vacinação no qual o SNS24 terá também um papel a desempenhar.

Por agora é ainda preciso não baixar a guarda porque, como frisava o Presidente dos Serviços Partilhados do Ministério da Saúde, a pandemia ainda não terminou.

Não acabou mas espera-se que acabe. Já o SNS24, outrora "Dói Dói Trim Trim", continuará a fazer o seu trabalho para todos os portugueses.