Última hora
This content is not available in your region

Vacina contra a covid-19 já chegou

euronews_icons_loading
Vacina contra a covid-19 já chegou
Direitos de autor  Virginia Mayo/Copyright 2020 The Associated Press. All rights reserved
Tamanho do texto Aa Aa

Um dia depois do Natal a vacina contra a covid-19 começou a chegar ao sapatinho dos Europeus. Itália, o país da Europa com mais mortos associados à doença, mais de 71 mil, recebeu perto de dez mil doses da vacina desenvolvida em parceria pela Pfizer e pela BioNTech, aprovada no início da semana pela Agência Europeia dos Medicamentos. A campanha de vacinação tem início no domingo.

Na Roménia, as primeiras doses da vacina tiveram como destino um armazém militar em Bucareste, devidamente preparado para conservar o medicamento a baixas temperaturas. A prioridade na inoculação será dada aos profissionais do setor da saúde, seguindo-se a população com idade superior a 65 e problemas graves de saúde.

França, o único país europeu que já ultrapassou os dois milhões e meio de casos de covid-19, recebeu perto de vinte mil doses, suficientes para cerca de dez mil pessoas. Cada paciente precisa de ser vacinado duas vezes no espaço de 21 dias para que o medicamento seja eficaz.

Em Espanha, o primeiro lote da preciosa vacina foi armazenado em Guadalajara, cidade situada no centro do país, a cerca de 50 quilómetros de Madrid. Tal como nos restantes países, trata-se de uma chegada simbólica, o governo espanhol informou que o país deverá receber uma média semanal de 350 mil doses.

Portugal também já recebeu o primeiro carregamento. A ministra da Saúde, Marta Temido, liderou a chegada das vacinas, que ficarão armazenadas na localidade de Montemor-o-Velho, no centro do país.