Última hora
This content is not available in your region

RCA vai a votos sob clima de violência

euronews_icons_loading
RCA vai a votos sob clima de violência
Direitos de autor  AP Photo
Tamanho do texto Aa Aa

A República Centro-Africana vai, este domingo, às urnas para as eleições gerais sob um clima de tensão e violência.

Milícias hostis ao presidente Faustin-Archange Touadéra, que se candidata a um segundo mandato, intensificaram-se desde que o Tribunal Constitucional rejeitou, no início de dezembro, várias candidaturas, onde se inclui a do antigo presidente François Bozize.

Durante a campanha, Touadéra rejeitou os apelos da oposição para adiar as eleições. O presidente e a Organização das Nações Unidas, que mantém cerca de 13 mil militares de manutenção da paz no país, acusaram Bozize de estar por detrás da ofensiva rebelde.

Este sábado, três capacetes azuis, de nacionalidade burundiana, foram assassinados, durante um ataque. Outros dois ficaram feridos.

A República Centro-Africana, rica em madeira, ouro e diamantes, assistiu a cinco golpes de Estado e várias revoltas desde a independência da França em 1960.

Desde 2013, sucessivas vagas de ataques e violência fizeram milhares de mortos e obrigaram mais de um milhão de pessoas a fugir e a abandonar as suas casas.