Última hora
This content is not available in your region

"É ridículo", diz Trump sobre possível processo de destituição

euronews_icons_loading
"É ridículo", diz Trump sobre possível processo de destituição
Direitos de autor  Alex Brandon/Copyright 2021 The Associated Press. All rights reserved.
Tamanho do texto Aa Aa

O Presidente cessante dos Estados Unidos, Donald Trump, considerou "absolutamente ridículo" que outro julgamento de destituição seja aberto no Congresso, devido ao assalto ao Capitólio, dizendo que essa possibilidade está a causar uma “tremenda raiva” no país.

Trump, que arrisca um segundo processo de ‘impeachment’, cuja acusação será discutida na Câmara de Representantes na quarta-feira, também disse que não deseja nenhuma forma de violência no país.

Em declarações a jornalistas, na Casa Branca, antes de partir para uma viagem ao Texas, onde visitará as obras do muro de fronteira com o México, Trump disse que o processo de destituição que lhe está a ser preparado “é uma coisa terrível que eles estão a fazer”, sem explicitar a quem se referia.

Vários congressistas republicanos têm juntado a sua voz aos democratas na vontade de retirar os poderes presidenciais a Donald Trump, a quem acusam de ter instigado as cenas de violência no Congresso, na passada quarta-feira, num esforço para travar uma transição pacífica de poder.

Trump arrisca tornar-se o primeiro Presidente a ser alvo de dois julgamentos de destituição durante o seu mandato, num país ferido por profundas divisões políticas.

As autoridades norte-americanas alertaram hoje para potenciais protestos armados em Washington e em alguns estados, ainda antes da tomada de posse do Presidente eleito, Joe Biden, organizados por apoiantes de Trump.

Num presságio sombrio, o monumento a Washington foi fechado ao público e a cerimónia de posse do 46.º Presidente dos EUA será realizada sem a presença de público.