Última hora
This content is not available in your region

Entre o vírus e a fome

Access to the comments Comentários
De  Anelise Borges
euronews_icons_loading
Entre o vírus e a fome
Direitos de autor  euronews
Tamanho do texto Aa Aa

A economia brasileira sofreu um duro golpe com a pandemia.

O governo do presidente Jair Bolsonaro avançou com um programa de emergência para famílias de baixos rendimentos. O programa apoiou cerca de 30 milhões de famílias. Mas com o fim da ajuda, a 31 de dezembro, milhões de pessoas correm o risco de cair na pobreza extrema.

Michele tem vivido com ajuda de doações desde que o governo do Brasil cortou o programa de emergência. Até ao final de 2020, o programa ajudou a alimentar uma família de 8 pessoas. Por causa da crise, alguns membros da família perderam o emprego. Agora, Michele diz que não sabe se tem mais medo do vírus ou da fome.

Em 2020, a economia do Brasil contraiu 4,5%. Alguns indicadores macroeconómicos sugerem que a Covid-19 teve um impacto menos dramático do que o inicialmente previsto. Mas muitos economistas sublinham que milhões de pessoas estão em risco de cair abaixo do limiar da pobreza extrema.

No Brasil, as organizações não-governamentais tentam agora preencher o vazio criado pelo fim do programa de emergência. Um programa insustentável, diz o governo, porque criou um buraco nas finanças do país.