Carnaval do Rio oficialmente cancelado

ARQUIVO (desfile da escola Beija Flor, em 2020)
ARQUIVO (desfile da escola Beija Flor, em 2020) Direitos de autor Leo Correa/AP
Direitos de autor Leo Correa/AP
De  Teresa Bizarro com Agências
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Pandemia leva prefeito da cidade a afastar até a possibilidade de fazer a festa em julho. Os foliões só devem poder voltar à rua em 2022

PUBLICIDADE

O sambódromo vai estar fechado até 2022 e os blocos não vão poder fazer festa nas ruas do Rio de Janeiro. A pandemia trocou as voltas à canção de Jorge Ben e, este ano, fevereiro não tem Carnaval.

A autarquia carioca chegou a ponderar fazer a festa a meio do ano, mas esta quinta-feira Eduardo Paes, o prefeito da cidade maravilhosa, anunciou o que todos já temiam: "parece sem qualquer sentido imaginar a esta altura que teremos condições de realizar o carnaval em julho" - escreveu nas redes sociais.

O autarca lembra que a preparação do Carnaval mobiliza um grande número de pessoas, entidades e fundos e considera que é impossível prepara-lo de forma adequada e sem riscos.

A festa, é vista como um símbolo internacional do Brasil. O cancelamento tem um impacto direto na já frágil economia local. Eduardo Paes diz ter dado instruções para que os fazedores do CArnaval tenham alguma forma de sustento ao longo de 2021.

Também Belo Horizonte, Florianópolis, São Paulo, Salvador e Recife cancelaram a festa este ano.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Covid-19 obriga Carnaval a "mascarar-se" em folias clandestinas

Carnaval de Notting Hill em modo virtual

População da China diminui pelo segundo ano consecutivo