EventsEventos
Loader

Find Us

PUBLICIDADE

Chegada de Joe Biden marca uma nova era no combate à covid-19 nos EUA

Chegada de Joe Biden marca uma nova era no combate à covid-19 nos EUA
Direitos de autor Patrick Semansky/Copyright 2021 The Associated Press. All rights reserved.
Direitos de autor Patrick Semansky/Copyright 2021 The Associated Press. All rights reserved.
De  Bruno Sousa
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Novo Presidente norte-americano tem por objetivo a administração de 100 milhões de vacinas contra a covid-19 nos primeiros 100 dias na Casa Branca

PUBLICIDADE

A luta contra a pandemia de covid-19 entrou numa nova era nos Estados Unidos com a chegada de Joe Biden à Casa Branca. Nas primeiras 24 horas no poder, o novo Presidente norte-americano assinou dezassete ordens executivas.

Para Biden, é tempo de agir com urgência e a prioridade é o ataque à covid-19. Os Estados Unidos vão aderir ao programa de distribuição de vacinas da Organização Mundial da Saúde e fizeram marcha atrás na decisão de abandonar o organismo.

A decisão foi saudada pela Organização Mundial da Saúde, que destacou o papel vital desempenhado pelos norte-americanos desde a sua fundação em 1948.

Os Estados Unidos são de longe o país mais afetado pela pandemia, com um total a rondar os 25 milhões de casos de covid-19 e mais de 415 mil mortes associadas à doença. Biden colocou à disposição mais recursos financeiros para as autoridades locais fazerem face à complicada situação e tem o objetivo de administrar 100 milhões de doses da vacina à população nos primeiros cem dias na Casa Branca.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

EUA investigam alegadas ações "hostis" da Rússia

Europa decide manter fronteiras abertas apesar da pandemia

Está à procura de um artigo online de 2013? Pode ter desaparecido por culpa deste fenómeno