Última hora
This content is not available in your region

Joe Biden inicia reversão do legado de Trump

euronews_icons_loading
Joe Biden inicia reversão do legado de Trump
Direitos de autor  Evan Vucci/Copyright 2021 The Associated Press. All rights reserved
Tamanho do texto Aa Aa

À terceira tentativa, Joe Biden conseguiu as chaves para a Casa Branca... e o quadragésimo sexto presidente dos estados unidos já começou a trabalhar nos grandes dossiês.

Poucas horas depois da inauguração, Biden assinou várias ordens executivas com vista a desmantelar o legado do seu predecessor, Donald Trump, em especial em políticas de emigração, igualdade racial, políticas de combate à pandemia do coronavirus e alterações climáticas.

".... O terceiro documento que vou assinar, aqui, é uma promessa que eu fiz, que é regressarmos ao acordo de Paris sobre o clima, já a partir de hoje", declarou na sala oval.

Desde o momento que tomou posse esta quarta-feira, Biden mudou o tom da política dos Estados Unidos.

A América foi testada e nós ficámos ainda mais fortes. Vamos reparar as nossas alianças e envolvermo-nos novamente com o mundo
Joe Biden
Presidente dos EUA

"Neste dia de janeiro, a minha alma está por inteiro nisto: reagrupar a América... unir o nosso povo... a nossa nação e eu peço a todos os americanos para se juntarem a mim nesta causa. Por isso esta é a minha mensagem aos que estão para lá das nossas fronteiras. A América foi testada e nós ficámos ainda mais fortes. Vamos reparar as nossas alianças e envolvermo-nos novamente com o mundo", declarou durante a tomada de posse.

Os holofotes durante a inauguração estiveram também sobre a primeira mulher e primeira pessoa de ascendência negra e sul-asiática ser empossada vice-presidente.

Com a ajuda de Kamala Harris, Biden vai ter um grande apoio na proposta executiva que vai dar estatuto legal e a abertura da cidadania a todos os imigrantes em situação irregular que estavam no território antes do dia 1 de janeiro - cerca de 11 milhões de pessoas - e reduzir o tempo de espera para os familiares obterem autorizações de entrada no país.

Muitos antigos presidentes dos Estados Unidos estiveram na inauguração mas nenhum assumiu o cargo num momento da visível divisão no país.

Os primeiros cem dias da administração são importantes para o novo Presidente. Biden tem bastante para fazer no início do cargo de comandante em chefe mas a mensagem central do novo homem forte da casa branca é : "a unidade e o caminho em frente e temos de o seguir como Estados Unidos da América."