Última hora
This content is not available in your region

Brasil começa a administrar vacina da AstraZeneca

Access to the comments Comentários
De  Rodrigo Barbosa com Lusa / AFP / EFE
euronews_icons_loading
Vacina da AstraZeneca contra a Covid-19
Vacina da AstraZeneca contra a Covid-19   -   Direitos de autor  Bruna Prado/Copyright 2021 The Associated Press. All rights reserved
Tamanho do texto Aa Aa

Dois epidemiologistas e vários colaboradores da Fiocruz, o maior centro de investigação em saúde da América Latina, foram os primeiros a ser injetados com a vacina da AstraZeneca em território brasileiro.

O Brasil iniciou na passada segunda-feira a campanha de vacinação contra a Covid-19 com a CoronaVac, produzida pelo laboratório chinês Sinovac. Os primeiros vacinados são profissionais de saúde.

Vinculada ao Ministério da Saúde, a Fiocruz, iniciou no sábado a distribuição dos dois milhões de doses recebidas na véspera da vacina produzida pela anglo-sueca AstraZeneca em colaboração com a Universidade de Oxford. A Fiocruz será responsável pelo fabrico sob licença desta vacina no Brasil.

Mas os profissionais de saúde lançam o alerta, avisando que os atrasos na entrega de vacinas poderão pôr em risco o plano de vacinação recentemente lançado no país de 212 milhões de habitantes.

Maioria da população acredita que pandemia está fora de controlo

Uma sondagem divulgada este fim de semana indica que 62 por cento dos brasileiros acreditam que a pandemia está fora de controlo no país, que regista há cinco dias consecutivos mais de mil vítimas mortais diárias.

Até ao momento, a Covid-19 reclamou mais de 216.000 vidas no Brasil.

Editor de vídeo • Rodrigo Barbosa