Nova lei do aborto entra em vigor na Polónia

Nova lei do aborto entra em vigor na Polónia
Direitos de autor Czarek Sokolowski/Copyright 2021 The Associated Press. All rights reserved
De  Teresa Bizarro com Agências
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Milhares de pessoas saíram à rua assim que foi anunciada a entrada em vigor da legislação que torna praticamente impossível a interrupção voluntária da gravidez

PUBLICIDADE

Pelos direitos das mulheres. Pelo direito à escolha. Manifestação espontânea nas ruas de Varsóvia, horas depois do governo anunciar a entrada em vigor da lei que, na prática, ilegaliza o aborto na Polónia.

O Tribunal Constitucional proibiu, em outubro, a interrupção voluntária da gravidez por malformações do feto. O aborto é permitido apenas em casos de violação, incesto ou quando a vida da mãe está em perigo.

A decisão estava suspensa até à publicação em diário da república. O anúncio de que o texto iria ser publicado para entrar em vigor de imediato foi feito pelo governo quarta-feira à tarde, através das redes sociais.

Ricarda Lang é deputada federal na vizinha Alemanha e juntou-se ao protesto

Pouco tempo depois já milhares de pessoas se juntavam frente ao edifício do Tribunal Constitucional. Desafiando a proibição de manifestações devido à pandemia, marcharam depois pelas ruas de Varsóvia, até à sede do partido conservador Lei e Justiça, atualmente no poder.

Estão previstos novos protestos para esta quinta-feira. 

A Polónia já tinha uma das leis do aborto mais rigorosas da União Europeia. Segundo dados oficiais, registam-se anualmente pelo menos 2.000 abortos legais no país. Ilegalmente ou no estrangeiro serão feitas 200 mil interrupções voluntárias da gravidez, de acordo com organizações não governamentais.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Polacos pedem demissão do governo

Aborto mais difícil na Polónia

Parlamento Europeu presta homenagem a Mahsa Amini e às mulheres do Irão