Mario Draghi aceita formar governo em Itália

Mario Draghi aceita formar governo em Itália
Direitos de autor Andrew Medichini/Copyright 2021 The Associated Press. All rights reserved
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

O ex-presidente do Banco Central Europeu acedeu ao pedido do presidente Sergio Mattarella.

PUBLICIDADE

O ex-presidente do Banco Central Europeu Mario Draghi aceitou a missão de formar um governo de emergência em Itália, depois de falharem as negociações com os diferentes partidos para tentar uma reedição do executivo de Giuseppe Conte.

Na sequência de uma reunião com o presidente Sergio Mattarella, Draghi lançou um apelo à "unidade" para enfrentar o "momento difícil" em que se encontra o país, em plena crise sanitária e económica.

Itália registou mais de 89.000 mortos desde o início da pandemia e está mergulhada na mais grave recessão desde a Segunda Guerra Mundial, com uma queda no Produto Interno Bruto de 8,9% em 2020.

Figura central na recuperação da crise financeira na Zona Euro, em 2012, Draghi terá a difícil missão de procurar uma maioria parlamentar com capacidade para governar. O Movimento Cinco Estrelas, principal força política, já disse que não o apoiará.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Mario Draghi é o novo primeiro-ministro italiano

Elon Musk convidado para a festa de fantasia de Giorgia Meloni

Giorgia Meloni separa-se do parceiro de longa data após o último embaraço público