Última hora
This content is not available in your region

"Quo Vadis, Aida?" muito perto dos Óscares

euronews_icons_loading
"Quo Vadis, Aida?" muito perto dos Óscares
Direitos de autor  from AP video
De  Euronews
Tamanho do texto Aa Aa

"Quo Vadis, Aida?, um dos filmes europeus mais aplaudidos pela crítica em 2020, está muito perto de entrar na corrida aos Óscares. A longa-metragem sobre a Guerra da Bósnia foi pré-selecionada para a nomeação a Melhor Filme Internacional.

O filme, escrito e realizado pela realizadora bósnia Jasmila Zbanic, foi selecionado em competição no Festival de Veneza e ganhou vários prémios em competições por todo o mundo.

Baseado em factos verídicos, "Quo Vadis, Aida?" acompanha a vida de uma tradutora das Nações Unidas que tenta salvar o marido e os filhos durante o massacre de Srebrenica, em julho de 1995.

Jasmila Zbanic acredita que o público consegue identificar-se com Aida e “com o momento em que se vive uma vida normal e depois, de repente, tudo desmorona e já não há sensação de segurança. Quando organizações como a ONU, que deviam proteger-nos, já não estão a trabalhar e quando a tragédia está tão próxima que podemos cair nela facilmente".

“Quo Vadis, Aida?” é uma co-produção entre nove países europeus, incluindo a Turquia e a Noruega.