Última hora
This content is not available in your region

Sambódromo transformado em centro de vacinas contra a covid-19

Access to the comments Comentários
De  Bruno Sousa
euronews_icons_loading
Sambódromo da Marquês de Sapucaí
Sambódromo da Marquês de Sapucaí   -   Direitos de autor  Bruna Prado/Copyright 2020 The Associated Press. All rights reserved.
Tamanho do texto Aa Aa

O carnaval está à porta e se no Rio de Janeiro, as bancadas do Sambódromo irão continuar vazias, na avenida a agitação é grande, mesmo que diferente do habitual. A pandemia de covid-19 transformou o símbolo do carnaval carioca num centro de vacinação destinado aos mais idosos, que lhes permite serem vacinados sem sair do carro.

De acordo com Paulo Roberto Machado, professor universitário e enfermeiro de serviço no Sambódromo, o prazer habitualmente associado ao carnaval deu lugar ao prazer da cidadania, com a abertura do sambódromo a pessoas com dificuldades para aceder aos locais habituais de vacinação.

Existem nove pontos na cidade para os cidadãos de mobilidade reduzida serem vacinados sem sair do carro mas só aos sábados, durante a semana a única opção é no Maracanã. De resto, existem perto de 250 centros de vacinação no Rio de Janeiro

A campanha de imunização segue em força no Brasil e já mais de 3,5 milhões de pessoas receberam a primeira dose da vacina no país.