This content is not available in your region

Vaga de frio "glacial" invade vários países

Access to the comments Comentários
De  Nara Madeira  com AFP, AP, EVN
euronews_icons_loading
Vaga de frio "glacial" invade vários países
Direitos de autor  Screenshot TVN

São vários os países que se debatem, nos últimos dias, contra uma vaga de frio quase glacial.

As temperaturas, abaixo de zero, fizeram desaparecer o vasto areal de uma praia no litoral norte da Polónia e transformaram-no numa paisagem que lembra, vagamente, o Ártico.

Uma descoberta para os turistas. Há quem se tenha deslocado, expressamente, para ver este "fenómeno". Outros há que lembram que, normalmente no inverno se procura as montanhas e há quem esteja habituado a procurar a costa mesmo nesta época mas não esteja habituado a um cenário "maravilhoso" como o que encontrou.

Na Turquia, mas precisamente em Istambul, e depois de semanas de bom tempo a cidade vestiu-se parcialmente de branco. Os fortes nevões surpreenderam tudo e todos e o cenário, de baixas temperaturas, deverá manter-se até quinta-feira.

A Grécia foi também arrastada para esta vaga de frio. A rede rodoviária e o transporte marítimo foram interrompidos, na segunda-feira, devido à forte queda de neve. As temperaturas desceram aos 20 graus negativos, em alguns lugares. As autoridades pediram mesmo às populações que, se possível, ficassem em casa.

Na Crimeia e em algumas regiões da Rússia as temperaturas continuam também negativas. A neve bloqueou estradas. Na fronteira com a Geórgia elas foram mesmo encerradas devido ao risco de avalancha. O serviço meteorológico russo prevê que em Moscovo as temperaturas possam descer a mais de vinte graus negativos. Já a região de Rostov, no sul da Rússia, estava a lutar contra enchentes.