Última hora
This content is not available in your region

ONU apela ao mundo a reconciliar-se com a natureza

euronews_icons_loading
ONU apela ao mundo a reconciliar-se com a natureza
Direitos de autor  Darko Vojinovic/Copyright 2021 The Associated Press. All rights reserved.
Tamanho do texto Aa Aa

Antes que seja tarde demais, o mundo precisa de "Fazer as Pazes com a Natureza."

Com um sugestivo título, um relatório elaborado pelo Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente (PUMA), e divulgado esta quinta-feira, apela à ação urgente em nome de mudanças drásticas na sociedade, na economia e na vida diária, para assegurar o futuro de um planeta habitável.

"2021 é o ano do tudo ou nada. Ainda não é tarde, mas precisamos de assegurar que somos capazes de criar as condições para uma redução drástica das emissões poluentes no horizonte da próxima década, tornando possível atingir o limite dos 1.5 graus. Este é o ano em que precisamos de ter um novo enquadramento para preservar a biodiversidade. É o ano em que precisamos de tomar um número bastante importante de medidas para reduzir a poluição. É, decididamente, um ano do tudo ou nada", sublinhou o secretário-geral da Organização das Nações Unidas, António Guterres.

O relatório diz que os humanos estão a tornar a terra cada vez mais inabitável por causa da poluição, alterações climáticas e destruição da biodiversidade.

São três crises ambientais interligadas que precisam de ser revertidas, alerta o documento, com mudanças efetivas no nível de tributação dos Governos, por exemplo, no modo como os Estados valorizam a produção económica, na alimentação ou produção de energia.