Última hora
This content is not available in your region

Autorizada terceira vacina contra a Covid-19

euronews_icons_loading
Autorizada terceira vacina contra a Covid-19
Direitos de autor  AP
Tamanho do texto Aa Aa

Os reguladores dos EUA autorizaram uma terceira vacina contra a COVID-19, uma dose única da Johnson & Johnson que pode ajudar a acelerar a vacinação. A farmacêutica garante que pode fornecer o suficiente para vacinar 20 milhões de pessoas até ao final de março.

Francis Collins, Diretor do Instituto Nacional de Saúde dos EUA, explica que até aqui havia "duas vacinas autorizadas para emergências" e agora há três. "E a terceira é uma dose única o que torna a organização um pouco mais fácil. Mas acho que o objetivo é que se aceite tomar qualquer vacina. Elas são todas muito boas. E a coisa mais importante que podemos fazer agora é vacinar tantos braços quanto possível", conclui o médico.

Esta não é a vacina mais eficaz entre as já existentes - nos casos mais graves ela terá uma eficácia de 85 por cento mas quando se soma os moderados ela cai para cerca de 66 por cento - mas há especialistas em saúde que dizem que o importante é ser-se vacinado.

Até agora, mais de 46 milhões de americanos receberam, pelo menos, uma dose da vacina da Pfizer ou da Moderna, e cerca de 22 milhões receberam já a segunda.