Última hora
This content is not available in your region

Grand Slam de Tashkent: Christian Parlati surpreende e João Fernando eliminado ao segundo combate

De  Euronews
euronews_icons_loading
Grand Slam de Tashkent: Christian Parlati surpreende e João Fernando eliminado ao segundo combate
Direitos de autor  from Euronews video
Tamanho do texto Aa Aa

Segunda jornada do Grand Slam de Tashkent, dia da cerimónia oficial de abertura, onde o presidente da Federação Internacional de Judo, Marius Vizer, felicitou a comissão organizadora da prova, a decorrer mais uma vez no Uzbequistão.

A competir em -63kg, a japonesa Miku Tashiro revelou-se a nossa mulher do dia, vencendo um a um todos os seus combates com o característico kosoto-gari, a que já nos habituou. A judoca conquistou a quinta medalha de ouro para o Japão e o seu quinto título no Grand Slam ao vencer na final a eslovena Andreja Leski.

O presidente da Federação Internacional de Judo, Marius Vizer, condecorou a judoca.

"Não existe nenhuma razão especial para a minha emoção mas estivemos sem competir durante um ano e comovi-me. Senti bastante ansiedade durante esta ausência."
Miku Tashiro

Vencendo em Tashkent aquela que foi a sua primeira medalha de ouro num Grand Slam, o italiano Christian Parlati sagrou-se o nosso homem do dia. Na meia-final dos -81kg, o judoca venceu o campeão mundial de 2015 Takanori Nagase. Já na final, o público foi apanhado de surpresa quando o italiano superou, no ponto de ouro, o favorito a competir em casa Sharofiddin Boltaboev, com um oportuno ouchi gari que lhe valeu uma pontuação waza-ari.

O presidente da Federação de Judo do Uzbequistão, Azizjon Kamilov, apresentou as medalhas da categoria.

"Foi um dia emotivo, pois estamos há um ano sem público. Hoje a atmosfera foi muito especial."
Christian Parlati

Em -73kg, o mongol Tsogtbaatar Tsend-Ochir conquistou o lugar mais alto do pódio, onde foi condecorado pelo Ministro Adjunto da Cultura e Desporto, Ravshan Irmatov.

o Japão conquistou mais uma medalha de ouro, a dos -70kg, pelas mãos da bi-campeã mundial Chizuru Arai, que demonstrou, mais uma vez, força e consistência.

O presidente do Comité Olímpico do Uzbequistão, Rustan Shoabdurakhmanov, premiou a judoca.

Os atletas da nação anfitriã, que tem uma forte presença na prova, levaram o público ao rubro. O Uzbequistão conta quatro medalhas até ao momento, incluíndo uma bem celebrada medalha de bronze para Gulnoza Matniyazova.

A seleção portuguesa

O judoca português João Fernando foi eliminado no segundo combate, ao perder com o mongol Tsogtbaatar Tsend-Ochir, fechando a participação portuguesa na competição.

Federação Internacional de Judo
Tsogtbaatar Tsend-Ochir e João FernandoFederação Internacional de Judo

Nesta terceira etapa do Circuito Mundial de Judo de 2021, estiveram em ação mais cinco judocas portugueses, com Maria Siderot a alcançar o sétimo lugar em -48kg, a melhor classificação portuguesa.

A competição de pesos pesados terá lugar no domingo, último dia da prova.