Última hora
This content is not available in your region

Papa apela ao perdão

De  euronews
euronews_icons_loading
Papa apela ao perdão
Direitos de autor  Andrew Medichini/Copyright 2021 The Associated Press. All rights reserved.
Tamanho do texto Aa Aa

O Papa Francisco pediu, este domingo, aos cristãos iraquianos que perdoassem as injustiças dos extremistas muçulmanos, de que foram alvo.

Nesta visita histórica ao Iraque, o Sumo Pontífice da Igreja Católica incitou os fiéis a continuarem a contribuir para a reconstrução daquele país, depois de anos de guerra e conflitos sectários.

O apelo de Francisco decorreu durante a visita à comunidade cristã na cidade de Qaraqosh, no norte do Iraque. A cidade foi invadida pelo grupo Estado islâmico no verão de 2014.

Horas antes, o Papa Francisco foi recebido pelos líderes cristãos e muçulmanos em Mossul. A cidade serviu de capital do califado do Daesh de 2014 a 2017, altura em que foi libertada pelas forças iraquianas e internacionais, após meses de intensos combates que mataram milhares de civis.

Na praça de Hosh al-Bieaa, onde havia quatro igrejas e que é agora um cenário de destruição, o Papa Francisco rezou pelas vítimas da guerra do Iraque.

Em palavras traduzidas para o árabe, Francisco afirmou que "Se Deus é o Deus da vida, e assim é, então é errado matarmos os nossos irmãos e irmãs em seu nome".