Última hora
This content is not available in your region

Alemanha entre os países europeus onde a Covid mais avança

euronews_icons_loading
Alemanha entre os países europeus onde a Covid mais avança
Direitos de autor  Rafael Yaghobzadeh/Copyright 2021 The Associated Press. All rights reserved
Tamanho do texto Aa Aa

Polónia, Alemanha e Ucrânia assistiram aos maiores aumentos no número de infecções por COVID-19 na Europa. A Polónia deu início a um quarto confinamento que se vai prolongar, pelo menos, até 9 de abril. As autoridades sanitárias do país garantem que a variante britânica acelerou as infeções.

O aumento das infecções é causado principalmente pelo desenvolvimento da mutação britânica. Pode-se dizer que desloca outras variantes do vírus. Na Polónia, estima-se que a presença deste vírus esteja entre os 60-80%. É extremamente contagioso, infelizmente é mais virulento.
Adam Niedzielski
Ministro da Saúde da Polónia

França levantou confinamentos em 16 regiões. Marselha ficou de fora das restrições e, aproximadamente, 6500 pessoas decidiram reunir-se no centro da cidade para celebrar o Carnaval, num evento não autorizado e considerado "irresponsável" pela polícia. O país conta com mais de 4,2 milhões de infeções desde o início da Pandemia.

Em Espanha, a polícia efetua controlos diariamente. Neste fim de semana, em Barcelona, cerca de mil pessoas foram expulsas do bairro El Born, um ponto de encontro principalmente para os mais jovens, que se reúnem para beber sem respeito pelas medidas de segurança em vigor.

Itália recebeu mais de 300 mil doses da vacina da Moderna - o maior lote a chegar até agora. Metade do país está confinado e a outra metade assiste a bloqueios parciais. A Sardenha foi a última região a entrar na zona laranja e, a partir desta segunda-feira, a livre circulação passa a sofrer restrições.

Finalmente, o Reino Unido, que continua o processo de vacinação a toda a velocidade. O país estabeleceu um novo recorde ao administrar mais de 870 mil doses (873.784) num só dia.