This content is not available in your region

UE não conta com vacina russa

Access to the comments Comentários
De  Teresa Bizarro
euronews_icons_loading
UE não conta com vacina russa
Direitos de autor  John Thys/AP

União Europeia descarta utilização da vacina russa. O comissário europeu do Mercado Interno considera que os 27 não têm necessidade da Sputnik VThierry Breton está à frente do grupo de trabalho europeu para as vacinas. Em entrevista à televisão pública francesa, apontou 14 de julho como a data provável para se chegar à imunidade de grupo em todo o continente europeu.

O comissário europeu desvaloriza os atrasos nas entregas das vacinas e espera distribuir entre 300 e 350 milhões de doses até junho.

Na resposta, o fabricante da vacina Sputnik V acusou Breton de ser "claramente tendencioso" apenas por a vacina "ser russa", ignorando que tem uma taxa de eficácia maior do que outras substâncias já aprovadas pela Agência Europeia do Medicamento.

O laboratório russo quer saber se a opinião do comissário corresponde à posição oficial da União Europeia e ameaça retirar o pedido de aprovação da substância.

A Agência Europeia de Medicamentos abriu um processo de revisão da Sputnik V no início deste mês.

Para já, só quatro vacinas estão autorizadas no espaço europeu. São as substâncias da Pfizer-BioNtech, Moderna, AstraZeneca e, mais recentemente, da Johnson & Johnson.