Última hora
This content is not available in your region

Vida sem restrições volta a ficar em espera em vários países

De  euronews
euronews_icons_loading
Vida sem restrições volta a ficar em espera em vários países
Direitos de autor  AP Photo/Peter Dejong
Tamanho do texto Aa Aa

Os planos de desconfinamento previstos para esta primavera voltam a ser adiados. É o caso dos Países Baixos, a vida sem restrições volta a ficar em espera. O confinamento no país vai ser prolongado durante mais três semanas, devido ao aumento alarmante das infeções por Covid-19. O recolher obrigatório ganha uma hora - passa agora para as 22h, mas os bares e restaurantes - que estão fechados desde meados de outubro - vão continuar encerrados.

Gostaria de apelar mais uma vez ao cumprimento das regras básicas. Já fizemos isso antes. Conseguimos empurrar um pouco a terceira onda e podemos fazer isso de novo. Estou convencido que o nosso próprio comportamento continua a ser o caminho mais rápido para o levantamento das medidas.
Mark Rutte
Primeiro-ministro Países Baixos

Os planos de reabertura também foram adiados na Noruega. O país impôs novas medidas a nível nacional, incluindo a proibição de servir álcool ao público. O levantamento gradual das restrições, apontado para o final de março, fica comprometido devido ao aumento nas hospitalizações catalisado por variantes mais contagiosas do vírus.

Um ano depois do início do primeiro confinamento, o Reino Unido dedicou um "Dia de Reflexão" para recordar as vítimas da pandemia. Os britânicos acenderam velas e cumpriu-se um minuto de silêncio. Com o número de baixas a cair e graças ao processo de vacinação em massa, o país espera já ter ultrapassado a pior fase da crise sanitária.

Espanha e Grécia consideram agora o levantamento das restrições aos voos britânicos. Na próxima semana, Espanha começa a aceitar voos do Reino Unido e a Grécia vai começar a aceitar voos de teste no próximo mês. No entanto, o Governo de Boris Johnson mantém as multas de mais de 5 mil euros aos cidadãos britânicos que viajem para estrangeiro sem motivos de força maior.