Última hora
This content is not available in your region

Aprender línguas e combater a solidão

Access to the comments Comentários
De  Tadhg Enright
euronews_icons_loading
Aprender línguas e combater a solidão
Direitos de autor  Share Ami-Oldyssey
Tamanho do texto Aa Aa

Durante o confinamento aprender línguas pode ser mais de que uma conversa virtual com uma pessoa de outro país

O programa “Share Ami” foi criado para resolver dois problemas: as restrições de viagens que impedem o intercâmbio cultural e a solidão.

Isabel Cartwright e Amy Barret são estudantes de línguas do Reino Unido. Estão a aprender francês com colegas mais velhas. Antes da pandemia, falavam com estudantes estrangeiros na universidade. Mas esta é uma forma diferente de aprender línguas.

Kelly Mayjonade-Christy, professora de Estudos Franceses da Universidade de Warwick, destaca a possibilidade de alunos mais novos poderem falar com pessoas de uma geração mais antiga sobre temas que não falam nas aulas ou em seminários.

Na origem do programa “Share Ami”está a inclusão das pessoas idosas na sociedade.

Clement Boxebald, fundador do projeto, explica que o importante é ajudar os mais velhos a sentirem-se úteis mesmo quando se sentem mais frágeis. Não os considerar apenas como pessoas que precisam de assistência, mas também como pessoas que podem ajudar outras gerações.