Última hora
This content is not available in your region

Saída da Convenção de Istambul gera protestos na Turquia

De  euronews
euronews_icons_loading
Saída da Convenção de Istambul gera protestos na Turquia
Direitos de autor  Emrah Gurel/Copyright 2021 The Associated Press. All rights reserved.
Tamanho do texto Aa Aa

Milhares de turcos voltaram a sair para a rua em Istambul para exigir a Recep Tayyip Erdoğan que volte atrás na decisão de retirar o país da Convenção de Istambul, o tratado europeu para o combate à violência contra as mulheres. Os manifestantes queixam-se que a medida é um enorme passo atrás no combate à desigualdade e alertam para o grave problema que se vive no país.

Não existem números oficiais mas a Organização Mundial da Saúde estima que 38% das mulheres turcas sofra de violência doméstica em algum ponto da sua vida, contra cerca de 25% na União Europeia.

O governo turco, que tinha sido o primeiro a ratificar o tratado, em 2011, argumenta que o tratado foi "sequestrado para promover a homossexualidade". Para os detratores da Convenção, esta não levou à diminuição da violência e a justiça turca não precisa de legislação internacional para proteger as suas mulheres.