Última hora
This content is not available in your region

Tailândia quer abrir Phuket aos turistas vacinados sem quarentena

euronews_icons_loading
Tailândia quer abrir Phuket aos turistas vacinados sem quarentena
Direitos de autor  AP Photo
Tamanho do texto Aa Aa

A Tailândia planeia permitir aos estrangeiros que já tiverem sido vacinados fazer férias na ilha turística de Phuket sem necessidade de fazer quarentena à chegada. O mesmo não se passa com os restantes que são obrigados a um período de isolamento de 10 dias, até aqui era de 14.

Este país vive, essencialmente, do setor das viagens e desde abril do ano passado que a indústria entrou em crise com o fim dos voos regulares para conter a propagação do novo coronavírus.

Este plano, aprovado na sexta-feira, e que ainda precisa de luz verde do governador desta província e das autoridades sanitárias que estão encarregadas da gestão da pandemia, deverá arrancar a um de julho e, se tudo correr bem, prevê-se o alargamento a outros destinos turísticos populares do país.

Parte do plano passa por vacinar 70%, dos residentes da região até julho. Prevê-se que o processo de vacinação arranque em abril.

Antes da pandemia, Phuket era o segundo destino mais popular do país, depois de Banguecoque. Em 2019, recebeu cerca de 10 milhões de turistas estrangeiros.

De acordo com a Associação da Hotelaria de Phuket mais de 50.000 pessoas do setor de hospitalidade perderam o emprego no ano passado.