Última hora
This content is not available in your region

Reino Unido dá mais um passo no desconfinamento

De  Euronews
euronews_icons_loading
Reino Unido dá mais um passo no desconfinamento
Direitos de autor  Kirsty Wigglesworth/AP
Tamanho do texto Aa Aa

Em Inglaterra, depois de meses sem contacto, famílias e amigos podem encontrar-se ao ar livre e em grupos de até seis pessoas.

Esta segunda-feira, o governo de Londres deu mais um passo para sair do confinamento com o fim da ordem para ficar em casa.

Com o número de infeções a aumentar em muitos países da Europa, as autoridades pedem cuidado no regresso à normalidade. Muitos aspetos do confinamento permanecem em vigor e o primeiro-ministro reforçou a necessidade de manter os gestos barreira.

Itália

Ao contrário do Reino Unido, em Itália as restrições foram ainda mais apertadas.

As ruas de Florença estão desertas e as regiões de Toscana, Calábria e Vale de Aosta passaram de zonas laranja para zonas vermelhas de alto risco.

Metade do país está agora em isolamento e o resto em isolamento parcial.

França

Restrições mais apertadas também em França, que registou uma média de 37 mil novos casos diários esta semana. A pressão aumenta para o encerramento total das escolas e há professores que recusam ir dar aulas.

Hungria

Na Hungria, as restrições foram prolongadas até 8 de Abril. As regras sobre o recolher obrigatório continuam e os restaurantes, instalações culturais, lojas e escolas continuam fechados.

Mais de 7 mil novas infeções foram registadas em 24 horas, apesar de mais de 21 % da população ter recebido pelo menos uma dose de vacina.