Última hora
This content is not available in your region

A fotografia regressa a Arles

euronews_icons_loading
A fotografia regressa a Arles
Direitos de autor  AFP
Tamanho do texto Aa Aa

Os Encontros de Fotografia de Arles, um dos festivais de fotografia mais importantes do mundo, serão este ano “adaptados” por causa da pandemia. Mas os grandes nomes e as centenas de fotografias e de exposições continuam garantidos.

Centenas de artistas e dezenas de exposições vão estar espalhadas pela cidade francesa de Arles, de 4 de julho a 26 de setembro.

Christoph Wiesner diretor do festival, explica que já foi foram eliminados todos os locais que eram pequenos e onde a circulação era muito complicada. Outra das preocupações tem a ver com a lotação dos espaços e o público terá essa informação, em tempo real, nas aplicações para telefones.

Este ano, uma série de exposições será dedicada à questão da Identidade com uma seção chamada "Masculinidades" que reunirá cerca de cinquenta artistas de todo o mundo.

Também en destaque vai estar a exposição "A Nova Vanguarda Negra", que reúne fotógrafos afro-americanos e afro-europeus.

O festival vai homenagear as fotógrafas francesas, Charlotte Perriand e Sabine Weiss.