Última hora
This content is not available in your region

Juventus e AC Milan também abandonam Superliga

Access to the comments Comentários
De  Euronews
euronews_icons_loading
Loja de artigos desportivos em Milão
Loja de artigos desportivos em Milão   -   Direitos de autor  Daniel Dal Zennaro/EPA/Lusa
Tamanho do texto Aa Aa

Uma Superliga condenada ao fracasso antes mesmo de ser lançada, depois da Juventus e do AC Milan também terem batido em retirada.

Os clubes italianos seguem o exemplo dos congéneres ingleses, Arsenal, Chelsea, Manchester City, Manchester United, Tottenham e Liverpool, que abandonaram o projeto face à revolta dos adeptos e à pressão do governo.

O proprietário do Liverpool, John W. Henry, apresentou publicamente desculpas aos fãs "pelas perturbações causadas nas últimas 48 horas", acrescentando que "o projeto nunca avançaria sem o apoio dos adeptos".

A saída da Juventus e do AC Milan foi confirmada poucas horas depois do Inter de Milão e do Atlético de Madrid terem anunciado o abandono do projeto elitista que pretendia reunir numa competição exclusiva os clubes mais ricos do Velho Continente.

Os únicos clubes ainda vinculados à Superliga são assim o Barcelona e o Real Madrid, principal promotor do projeto, enquanto os desistentes se concentram agora em recuperar a confiança e apaziguar a ira dos adeptos.