Última hora
This content is not available in your region

Maré humana em Ceuta com a chegada de milhares de migrantes

euronews_icons_loading
Maré humana em Ceuta com a chegada de milhares de migrantes
Direitos de autor  Antonio Sempere/Copyright 2020 The Associated Press. All rights reserved
Tamanho do texto Aa Aa

Milhares de migrantes sem fôlego que, após apenas algumas horas em solo europeu, começaram a ser deportados. Mais de 5 mil pessoas entraram no enclave espanhol de Ceuta na segunda-feira.

Espanha expulsou 1500 migrantes e segundo o Ministro do Interior espanhol, Fernando Grande-Marlaska, as deportações vão continuar. Homens, mulheres e perto de mil crianças atravessaram o mar partindo das praias marroquinas a sul do enclave espanhol - tratam-se de números recorde segundo as autoridades de Ceuta.

As chegadas multiplicaram-se numa situação sem precedentes: muitas pessoas chegaram a nado, apoiadas em boias ou jangadas. Segundo as autoridades de Ceuta, um homem morreu afogado.

Face a esta crise, o Primeiro-Ministro de Espanha, Pedro Sanchez, concentra as atenções na questão. O Ministério do Interior espanhol fez um "reforço imediato da guarda civil e da polícia nacional na zona" com 200 elementos adicionais.

Recordando que "as autoridades espanholas e marroquinas chegaram recentemente a um acordo sobre o regresso de cidadãos marroquinos que chegam a nado" a Ceuta.