Portugal vê chegar turistas britânicos em massa

Turista britânico chega ao aeroporto de Faro
Turista britânico chega ao aeroporto de Faro Direitos de autor PATRICIA DE MELO MOREIRA/AFP or licensors
De  Euronews com Lusa
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Algarve é o destino favorito, com 5500 pessoas a chegarem em voos provenientes do Reino Unido num espaço de 24 horas

PUBLICIDADE

Portugal viu chegar milhares de turistas britânicos esta segunda-feira e o cenário deverá repertir-se nos próximos dias. Uma consequência do país ter autorizado novamente viagens provientes do Reino Unido por motivos de lazer e de Londres ter colocado o território português na sua "lista verde" de destinos seguros.

Só o aeroporto de Faro, viu chegar em 24 horas 5500 passageiros de quase duas dezenas de voos vindos do Reino Unido.

Jacqueline Steadman, turista e agente de viagens no Reino Unido:"Estamos muito contentes. Há sinais de 'boas vindas de volta ao Algarve' e acabámos de receber esta caixa. Abrimos e vimos dentro uma máscara, desinfetante para as mãos e um guia para nos mantermos seguros no Algarve, enquanto aproveitamos as férias. Estamos encantados de estar aqui."

Uma lufada de ar fresco para o setor do turismo, profundamente afetado pela crise da Covid-19.

Pedro Lopes, diretor dos Hotéis Pestana no Algarve:"É claro que os ingleses quando vêm, e estão desejosos de vir de férias do Reino Unido, pois se vêem que há um país na Europa, perto, que tem as condições sanitárias para estarem mais tranquilos, vão vir com certeza em grande número. É isso que esperamos."

O governo português anunciou na sexta-feira a autorização, a partir desta semana, das entradas no país de viajantes da maior parte da Europa por motivos não essenciais, bastando apresentar um teste PCR negativo de menos de 72 horas.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Férias dos britânicos encurtadas por decisão de Londres

Turistas britânicos e empresários apanhados de surpresa

Vítimas da violência na Irlanda do Norte põem governo em tribunal