Última hora
This content is not available in your region

Fiscalização ao nuclear iraniano termina em junho

Access to the comments Comentários
De  Euronews com AFP
euronews_icons_loading
Fiscalização ao nuclear iraniano termina em junho
Direitos de autor  AP/AP
Tamanho do texto Aa Aa

Enquanto os diplomatas reúnem em Viena para trazer os Estados Unidos de volta ao Acordo Nuclear e garantir que o Irão cumpre todos os compromissos do texto, a Agência Internacional de Energia Atómica (AIEA) decidiu prolongar por um mês o acordo sobre a fiscalização do programa nuclear iraniano.

O diretor-geral da AIEA disse que a decisão, que resulta de uma "longa discussão" é "importante" mas que a situação "não é a ideal". " Isto é como um dispositivo de emergência que criámos para podermos continuar a ter estas atividades de monitorização, ao mesmo tempo que reconhecemos que houve uma lei aprovada pelo parlamento da República Islâmica do Irão que suspendeu uma série de direitos”, afirmou Rafaël Grossi.

Para além de concordar com mais tempo de fiscalização, Teerão também garantiu que não vai apagar as informações e as imagens recolhidas até agora pela agência internacional.

Acordo Nuclear

O texto assinado em 2015, que fez o Irão reduzir o seu programa nuclear em troca do alívio das sanções, começou a ter problemas em 2018, quando os Estados Unidos abandonaram o acordo e reimpuseram sanções.

As atuais conversações entre potências mundiais têm como objetivo trazer os EUA de volta ao acordo e levantar as sanções em troca da inversão das atividades nucleares que o Irão intensificou depois de Washington se ter retirado.