EventsEventosPodcasts
Loader
Find Us
PUBLICIDADE

Certificado Digital Covid da UE foi debatido na Arábia Saudita

Certificado Digital Covid da UE foi debatido na Arábia Saudita
Direitos de autor Euronews
Direitos de autor Euronews
De  Francisco MarquesJane Witherspoon
Publicado a Últimas notícias
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Líderes internacionais do Turismo reuniram-se em Riade para trocar ideias numa cimeira sobre a retoma do setor

PUBLICIDADE

"O que deve ser o futuro do turismo e como podemos torna-lo uma realidade?", perguntou o ministro do Turismo da Arábia Saudita durante a Cimeira de Retoma do setor, realizada esta semana em Riade.

O Certificado Digital Covid já aprovado pela União Europeia, e em teste nomeadamente na Grécia, foi uma das inovações em debate.

O futuro imediato do turismo foi mesmo a grande questão em debate, num momento em que por todo o mundo as fronteiras começam a ser abertas às viagens de lazer após um longo encerramento para controlar a pandemia de Covid-19.

O evento na capital saudita procurou enviar um sinal forte de que o setor turístico está ávido de retomar o trabalho após 18 meses para esquecer, com a princesa Haifa bint Mohammed Al-Saud, também ministra adjunta do Turismo saudita, a destacar o "contributo para o emprego" dado pelo negócio do lazer e das férias.

"[O turismo] ajudou a suportar economias locais, pequenas localidades e as grandes cidades urbanas. Olhando à frente, nós apoiamos a recuperação da economia como um todo porque o setor do turismo contribui com 10% do PIB mundial", sublinhou a princesa Haifa bint Mohammed Al-Saud.

A correspondente da Euronews no Médio Oriente, Jane Witherspoon, conta-nos que, "em2020, a dimensão do mercado global de viagens e turismo decaiu para €1,27 biliões". "A estimativa é de que venha a crescer este ano €1,4 biliões, tendo eventos como este a mostrar o otimismo numa total e rápida recuperação", acrescentou.

Presente nesta cimeira de Riade, o ministro grego do Turismo sublinhou por seu turno a importância do Certificado Digital Covid da União Europeia e defendeu como essencial a cooperação internacional para se continuar a controlar a propagação do SARS-CoV-2 numa altura em que vacinação avança, mas ainda está longe de garantir a imunização mínima desejada.

"A única forma [de fazer com que certificado funcione pelo mundo] é estabelecer um determinado conjunto de regras comuns. Por isso, o que precisamos fazer é garantir a criação de novo do início do quadro legal que lhe permita manter-se de pé", explicou Harry Theoharis, o ministro helénico.

Este encontro de líderes internacionais do setor em Riade realizou-se em siumultâneo com a abertura da primeira representação no Médio Oriente da Organização Mundial de Turismo das Nações Unidas (UNWTO, na sigla original).

"[Este novo gabinete da UNWTO] vai ser um dos locais mais importantes para gerar novas ideias e as executar. Para esta região do Médio Oriente, o turismo está a ganhar cada vez mais importância", destacou Zurab Pololikashvili, o secretário-geral do organismo.

Com o verão à porta, um pouco por todo o mundo os países mais dependentes do turismo têm vindo a abrir as fronteiras aos viajantes para as habituais férias sazonais. A partir deste domingo, por exemplo, já não há restrições para quem viajar de Portugal para a Arábia Saudita.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Aeroportos e turismo europeu preparam arranque

Europa começa a reabrir portas ao turismo

Principais intervenientes do sector das viagens reúnem-se na ITB Berlin 2024