Última hora
This content is not available in your region

A primeira central solar flutuante do mundo em alta altitude

Access to the comments Comentários
De  euronews
euronews_icons_loading
A primeira central solar flutuante do mundo em alta altitude na Suíça
A primeira central solar flutuante do mundo em alta altitude na Suíça   -   Direitos de autor  يورونيوز
Tamanho do texto Aa Aa

A primeira central solar flutuante em alta altitude do mundo está a ser testada no lago de Toules, em Valais, na Suíça.

Os painéis solares da estação suíça produzem 50% mais energia do que os painéis nas terras baixas.

"Este projeto-piloto produz 800 mil kWh por ano, o que corresponde ao consumo de 220 casas", afirmou Maxime Ramstein, gestor da Romande Energie.

A 1810 metros acima do nível do mar, as condições da montanha tornam a radiação solar mais forte.

"A radiação solar é melhor nas montanhas. As temperaturas são mais baixas, o que é melhor em termos de eficiência. E o coeficiente de reflexão, ou seja, a radiação solar é muito alta no solo, no gelo e na neve", explicou Maxime Ramstein, gestor da Romande Energie.

Medidas de redução do impacto ambiental

Segundo a empressa, a central solar situa-se num reservatório e não num lago natural, o que reduz o impacto ambiental.

"O reservatório é drenado todos os anos. Está cheio porque a neve derreteu durante a primavera e o verão. Há pouca flora e fauna e o impacto ambiental é muito reduzido", sublinhou Maxime Ramstein, gestor da Romande Energie.

Se for bem-sucedido, o projeto piloto será alargado de modo a poder produzir energia para mais de seis mil casas.

"Desenvolvemos uma estrutura com uma vida útil de 50 anos, com dois ciclos de 25 anos para os módulos solares. O nosso plano é alargar o projeto no Lago Toules e aplicar este tipo de tecnologia noutro lago", considerou Guillaume Fuchs, co-diretor do Departamento de Soluções de Energia, da Romande Energie.

Durante a Green Week, a Euronews propõe uma série de artigos sobre os temas do ambiente e e da biodiversidade na Europa.