This content is not available in your region

Joe Biden em visita histórica a Tulsa

Access to the comments Comentários
De  Bruno Sousa
euronews_icons_loading
Joe Biden em visita histórica a Tulsa
Direitos de autor  Evan Vucci/Copyright 2021 The Associated Press. All rights reserved

Joe Biden tornou-se no primeiro presidente dos Estados Unidos a participar nas cerimónias de homenagem às vítimas do massacre de Tulsa, no estado de Oklahoma. No centésimo aniversário de um dos momentos mais negros na longa história de violência racial no país, o líder norte-americano deu mais um passo no caminho rumo à igualdade:

"Durante demasiado tempo, a história do que se passou aqui foi contada em silêncio, envolta nas trevas, mas isso não quer dizer que nada disto tenha acontecido. A escuridão pode esconder muita coisa mas não apaga nada. Algumas injustiças são tão hediondas, tão horríveis e tão dolorosas que não podem ser enterradas, por muito que algumas pessoas tentem."

O massacre teve lugar na noite de 31 de maio de 1921 no bairro de Greenwood, considerado o mais próspero bairro negro do país na altura. A violência liderada por supremacistas brancos destruiu mais de um milhar de casas e estabelecimentos comerciais e estima-se que tenha provocado três centenas de mortes.

A comunidade local nunca recuperou do ataque. Ninguém foi punido pelos crimes e as seguradoras recusaram-se a pagar os danos provocados.