Última hora
This content is not available in your region

Estado alemão da Saxónia-Anhalt vai às urnas a 6 de Junho

euronews_icons_loading
Estado alemão da Saxónia-Anhalt vai às urnas a 6 de Junho
Direitos de autor  Markus Schreiber/Copyright 2021 The Associated Press. All rights reserved
Tamanho do texto Aa Aa

Um ano marcado por eleições na Alemanha. E chegou a altura do estado da Saxónia-Anhalt ter uma palavra a dizer. O estado vai às urnas a 6 de junho. Na Saxónia, situada na antiga Alemanha Oriental comunista, a batalha faz-se entre a CDU - a União Democrata-Cristã - e a AfD - a alternativa para a Alemanha - um partido de extrema direita. O tema principal no evento eleitoral da AfD na cidade de Haldensleben foi a pandemia e as consequentes restrições.

Para alguns candidatos à AfD no Estado, a pandemia não é motivo de preocupação. Para eles, trata-se quase de uma conspiração. A nível nacional, a AfD representa cerca de 10-12% e na Saxónia-Anhalt, pode chegar aos 25%. Mas a CDU pretende continuar a liderar o governo do Estado. Tobias Krull faz parte da União Democrata-Cristã desde adolescente. Nas últimas eleições, conquistou um lugar no parlamento da Saxónia. Um lugar que quer defender.

Uma vitória da AfD daria ao partido um grande impulso antes das eleições federais. Para a CDU, não vencer seria um desastre e conduziria a um debate interno sobre a direção do partido.

Será mais uma noite tensa aqui em Berlim, à medida que os resultados surgem de outras eleições que podem e, provavelmente, terão ramificações políticas em todo o país.
Jona Källgren
Euronews