This content is not available in your region

Dezenas de mortos em colisão de comboios no Paquistão

Access to the comments Comentários
De  Euronews
euronews_icons_loading
Dezenas de mortos em colisão de comboios no Paquistão
Direitos de autor  Waleed Saddique/Copyright 2021 The Associated Press. All rights reserved.

Dois comboios de passageiros colidiram no sul do Paquistão, Os primeiros dados apontam para pelo menos 30 mortos e dezenas de feridos, alguns em estado crítico

Segundo as autoridades, o Millat Express que viajava na província de Sindh descarrilou e ocupou a outra via. Um outro comboio colidiu com este e capotou.

É ainda cedo para saber a verdadeira dimensão do desastre. A bordo dos dois comboios seguiam mais de mil e cem pessoas.

Horas depois da colisão, um alto funcionário no distrito de Ghokti, Usman Abdullah, disse à agência noticiosa Reuters que era difícil saber quantas pessoas ainda se encontravam presas no comboio, referindo: "Há cerca de seis a oito carruagens que estão totalmente esmagadas... Há uma carruagem adormecida, da classe AC [ar condicionado], bem como da classe económica, em que havia entre 47 a 50 pessoas deste lado e cerca de 50 a 60 pessoas no outro comboio".

As imagens do local mostram os destroços de várias carruagens deitadas de lado. Não é claro o que causou o descarrilamento.

O primeiro-ministro, Imran Khan, mostrou-se chocado e promete um inquérito para averiguar as causas do acidente.

O Paquistão tem assistido a uma série de acidentes de comboio mortais nos últimos anos.

De acordo com os meios de comunicação locais, entre 2013 e 2019, morreram 150 pessoas em acidentes ferroviários.

Acidente em 2019

Veja images de um outro acidente com um comboio no Paquistão, causado pela explosão de botijas de gás.