Última hora
This content is not available in your region

Mundiais de Judo: domínio do Japão e quinto lugar para Joana Ramos

euronews_icons_loading
Mundiais de Judo: domínio do Japão e quinto lugar para Joana Ramos
Direitos de autor  Federazione Internazionale di Judo
Tamanho do texto Aa Aa

Segunda jornada do Mundial de Judo, um dia em cheio para Ai Shishime, que derrotou, a caminho da final dos -52kg, a favorita a competir em casa Pupp Reka, em frente a um número limitado de espetadores no estádio Laszlo Papp de Budapeste.

Na final, esperava-a Ana Perez Box. A espanhola, que se mostrou em forma até à final, rendeu-se no último minuto do combate, quando a japonesa ganhou o controlo da luta com um golpe Uchi-mata para W_aza-ari_, seguido do domínio absoluto no tapete.

Ai Shishime foi premiada pelo embaixador da Federação Internacional de Judo e antigo profissional do ténis, Ion Tiriac.

" Conquistei o meu último título em Budapeste. Estou muito feliz por regressar e vencer outra vez a medalha de ouro, tem um significado muito especial para mim."
Ai Shishime

Portugal fez-se representar hoje pela judoca Joana Ramos, que atingiu as finais das repescagens da categoria, terminando em quinto lugar. A portuguesa confirmou a qualificação para os Jogos Olímpicos de Tóquio 2020, mas na luta pelo bronze perdeu no ponto de ouro com a helvética Fabienne Kocher.

Os finalistas em -66kg mostraram um estilo explosivo de judo. Cabeças de série da categoria, o nipónico Joshiro Maruyama e o italiano Manuel Lombardo avançaram a passos largos até à final, onde Maruyama acabou por prevalecer.

O japonês defendeu o seu título mundial com um golpe Tomoe-nage, que lhe valeu uma pontuação Waza-ari. Uma final dura que terminou com um abraço amigo entre os rivais.

Joshiro Maruyama foi condecorado pelo lendário tricampeão Olímpico de luta, Aleksander Karelin.

"Devo dizer que sinto sempre muita pressão, mas tenho que lidar com isso. Hoje o mais importante para a minha vitória foi a capacidade de controlar os meus nervos para poder vencer depois todos os meus adversários."
Joshiro Maruyama

Um final feliz para mais um espetacular dia de judo na capital da Hungria.