Luz verde do parlamento para destituir presidente da Albânia

Access to the comments Comentários
De  Ana Serapicos
Luz verde do parlamento para destituir presidente da Albânia
Direitos de autor  Visar Kryeziu/Associated Press

Esmagadora maioria dos assentos parlamentares na Albânia votou a favor da destituição do presidente do país, Ilir Meta, acusado de violar a constituição durante a campanha das legislativas de abril.

Um a um, os deputados votaram: 104 dos 140 querem Meta fora da cadeira da presidência.

No parlamento, Edi Rama disse que Meta "humilhou e destruiu a constituição" do país, que "violou a fronteira ética da divisão de poderes numa democracia" e que "envergonhou a Albânia e os albaneses". 

O primeiro ministro disse ainda que Meta acabou por comprometer as relações da Albânia com a comunidade internacional. "Ilir Meta estragou o lado do Estado albanês nas suas relações com as representações da comunidade democrática internacional.", admitiu o chefe de governo.

Em causa estão as declarações do presidente do país durante a campanha das eleições legislativas de abril, onde Meta acusava o primeiro-ministro de cleptocracia. A investigaçao considerou a abordagem tendenciosa, contra os socialistas. O relatório indica que o chefe de Estado violou 16 artigos da Carta Magna.

A decisão está agora nas mãos do Tribunal Constitucional, o qual tem agora 3 meses para decidir se Ilir Meta deixa ou não de ser presidente da Albânia, numa altura em que o país se assume preparado para fazer parte do bloco europeu. ( ver entrevista )